Decoração minimalista

O minimalismo tem cada vez mais ocupado seu espaço no Design e na Decoração. Isso porque é um estilo limpo e sofisticado que traz ao ambiente bastante modernidade. O termo naturalmente tem sido cunhado para nomear o estilo de design e decoração com paredes brancas e poucos móveis, porém, não é difícil notar que um pouco de criatividade e bom gosto faz com que o conceito se renove e o estilo minimalista consiga atingir patamares muito além dessas definições. Além dos elementos decorativos e das cores usados no minimalismo é importante salientar a filosofia por trás desse movimento, que prega a exclusão de tudo aquilo que não é útil ou necessário de fato. Conheça um pouco sobre o movimento e sobre as principais tendências do minimalismo para o design e para a decoração:

 

 

História

O minimalismo tem seu surgimento a partir de uma série de movimentos artísticos e culturais que eclodiram no século XX. A principal influência minimalista é a japonesa que veio com o intuito de contrabalançar as variações cromáticas dos movimentos artísticos anteriores.

O principal conceito por trás do minimalismo é a substituição ou exclusão de tudo o que é desnecessário. A partir dessa definição passa-se a ter os ambientes decorados com poucos objetos, utilizando de cores neutras e onde o ambiente em si traz uma ambientação super clean e o mais funcional possível.

Principais características do minimalismo

Uma vez que o minimalismo prega o ideal do conforto e aconchego da forma mais limpa possível algumas tendências se estabeleceram. Dentre elas estão os ambientes claros, limpos, com espaço para circulação e excluindo todo excesso possível. O estilo minimalista também possui como elementos fundamentais alguns elementos do Design Industrial e do Design Escandinavocomo por exemplo detalhes de design e decoração que contém em seus elementos a presença de materiais como madeira e aço.

As paredes dos ambientes minimalistas seguem tons claros: quando a opção não é pelo tradicional branco, a tendência é de fazer uso do off-white ou do bege. Essa preferência pela claridade auxilia na iluminação do local e mesmo na combinação das paredes com os outros elementos de decoração que serão essenciais.

Para trazer charme e sofisticação, elementos com cores como pôsteres e quadros são bem-vindos, principalmente em tons pastel ou mesmo em cores neutras e em preto e branco.

No que diz respeito a iluminação os ambientes minimalistas costumam dar preferência ao LED e utilizá-los em luminárias e pendentes de tons claros e sem muitos contornos, trazendo assim uma rica valorização da estética daquele espaço. Para os materiais, a preferência ainda é por enriquecer o design do ambiente utilizando tons e texturas que se sobressaiam ao clean, como por exemplo o concreto, o metal, as madeiras e mesmo o cobre que em especial dá ao ambiente um ar ainda mais sofisticado.

 

 

Assim é possível montar um ambiente minimalista extremamente agradável com o uso de elementos decorativos de diversos gostos e com a ajuda de uma boa iluminação, tanto a natural quanto a artificial que conectados ao estilo do ambiente trarão ao espaço o toque final para sua ambientação.

Texto por Jéssica Maciel

Você também pode gostar

Comment
  1. Maria miranda

    Gostei muito espero receber novidades.

    4 meses ago Reply

Publique um comentário

Your email address will not be published.